Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-

ver dados

Desilusão

Ainda bem que este Governo prometeu fazer diferente do que o antecedeu. Nem quero imaginar o que já teria feito se tivesse prometido fazer igual. Para quem votou nos partidos que constituem este Governo à espera de um corte significativo com as más práticas do passado, como é o meu caso, pouco mais pode sobrar deste período inicial de governação do que um profundo sentimento de desilusão.

Silêncio

'Troika' descobre novo buraco de 223 milhões na Madeira. No PSD está tudo silencioso em relação a isto? Não há uma palavra mais dura para a desgovernação jardinista? E Passos ainda há-de ir à região fazer campanha por Jardim? E o acordo financeiro com a região, tal como Jardim muito convenientemente pretende, só ficará para depois das eleições? Este primeiro-ministro que foi tão rápido a massacrar a maior parte dos portugueses com um imposto extraordinário é o mesmo que se curva perante o despesismo do senhor Jardim da Madeira?

Gestão pública/política

Hoje, no espaço da Opinião Pública da SICN, várias pessoas queixavam-se que se as privatizações avançarem a gestão privada irá levar ao aumento do preço dos bens e serviços fornecidos por algumas das empresas privatizadas ao mesmo tempo que diziam não perceber o porquê de a gestão pública não obter resultados financeiros positivos, atribuindo este último facto a uma qualquer incompetência dos gestores nomeados. É curioso que tais pessoas - e foram muitas - não percebam que a primeira queixa estará em parte na origem da segunda. Enquanto a gestão pública de algumas empresas estiver sobre influência directa do poder político, nomeadamente ao nível do controlo dos preços praticados, não vale a pena andar a atirar a culpa para cima dos gestores.

Farinha do mesmo saco

«É evidente que numa situação de crise haja por parte do Estado a necessidade de alargar a tributação que garante receita.» O deputado Guilherme Silva responde à pergunta que coloquei aqui. O que esta gente quer é mais receita - contrariando todo o discurso que vinham fazendo na oposição -, até para tapar o buraco orçamental da Madeira, região pela qual o deputado Silva foi eleito em segundo lugar na lista encabeçada pelo senhor Jardim.

Pág. 1/8

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-

ver dados