Interesses

Sobre o interesse demonstrado pelos chineses na EDP, Manuel Pinho disse que "mostra bem até que ponto eles apreciam o que foi feito na área das energias renováveis" no país. Não haviam de apreciar, tanto assim é que não querem - «confio no compromisso do governo de manter apoios às renováveis», afirmou o presidente da Three Gorges - que o actual ministro toque no que eles tanto apreciam. E poucas dúvidas sobram que a privatização terá ido adiante nesse pressuposto. Recordo o que escrevi sobre o assunto no início deste ano: [Álvaro Santos Pereira] «deixou cair a hipótese de tocar em alguns interesses da EDP. A justificação, para além da sempre recorrente blindagem dos contratos actuais, foi a de que tomar medidas naquele momento prejudicaria o preço de venda da empresa. A coisa trazia água no bico: se prejudicava então, irão fazer alguma coisa agora que a empresa foi privatizada? Os tipos da Three Gorges são parvos, não? Mas «don't worry, be happy», acabará por sobrar para o consumidor. Tapemos os olhos a tudo isto. No pasa nada».

publicado por Mr. Brown às 18:00 | link do post | comentar