Ar puro (LXIX)

 

É um dos livros da minha vida e nem tão cedo deixará de estar na moda, ou não existisse recorrentemente quem nos fizesse lembrar a relevância da mensagem nele contida. Mas a recordação dos belos tempos que passei a ler este livro trouxe-me à memória outra coisa, mais propriamente aquilo que me propiciou o primeiro contacto com a obra, a Colecção Mil Folhas do jornal Público. Uma colecção que, na minha vida, esteve para os livros como o «Cinco Noites, Cinco Filmes» na RTP2 esteve para o cinema. A ambas devo parte daquilo de que hoje gosto.

Mr. Brown às 00:01 | link do post | comentar | favorito