Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

História da carochinha

A nossa imprensa é tão boa a inventar histórias e a dar-lhes vida que até conseguiu pôr o ex-ministro Vítor Gaspar, hoje, a malhar forte e feio na Maria Luís Albuquerque. Claro que não lhes passa pela cabeça - vamos novamente fingir que o problema da imprensa é de interpretação -, nem as eles, nem a quem os lê, que há qualquer coisa na narrativa que não bate certo. Por exemplo, a parte de Gaspar a explicar o quê que era público e o quê que não se sabia - e que não foi pelo anterior governo que se passou a saber -, não interessa. Muito menos interessa todas as vezes em que Gaspar frisou que Maria Luís não mentiu. Não, isso é que não pode ser. Gaspar, afinal, como parte da nossa boa imprensa nos demonstrou hoje, foi à comissão reconfirmar que Maria Luís mentiu. Mais, a avaliar por algumas notícias, ele foi lá precisamente e especificamente para isso. Gaspar tornou-se a revelar um verdadeiro incompetente. O que nos vale é que a nossa imprensa é tão esperta. Mas tão esperta.