Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-

Orçamento 2010 vs 2011

PSD não negoceia... mas vai deixar passar o Orçamento

 

Na capa do Expresso de hoje. Deve existir um equívoco. Ora, recordemos:

 

Se já fosse líder do PSD, teria viabilizado, em nome do combate à crise, este Orçamento?

Este Orçamento como está não serve ao País.

 

Mas a minha pergunta é muito directa: teria viabilizado, ou o PSD chumbaria este Orçamento?

Eu tive ocasião de dizer que, se fosse líder do PSD quando se iniciou esta discussão, teria dito que não aceitava viabilizar este Orçamento sem duas condições. Primeira: sem que o Governo aceitasse suspender todas as decisões que tinha tomado quanto a grandes obras públicas até elas poderem ser reavaliadas, porque são encargos que não se reflectem neste Orçamento mas que se vão reflectir nos 30 orçamentos dos 30 anos subsequentes a este e, em segundo lugar, sem haver um compromisso claro da parte do Governo de ter um Orçamento de combate à crise, que é como quem diz, de diminuição séria da despesa pública, mas já no ano de 2010!

 

Votaria contra, portanto?

Em consciência votaria contra, porque eu não posso, em nome de uma qualquer estabilidade, de uma paz podre para o País, viabilizar um Orçamento que sei que é um mau Orçamento. Essa, de resto, é a posição em que o PSD está hoje, ninguém percebe a posição do PSD, eu não percebo a posição do PSD. A dr.ª Manuela Ferreira Leite disse-o publicamente, que viabilizaria este Orçamento do Estado não porque concordasse com ele mas porque do ponto de vista externo seria muito mau que o País não tivesse um Orçamento aprovado.

 

E o que pensam disso alguns dos que escrevem por aqui e aqui. A propósito, subscrevo esta declaração do jcd.

Debater o essencial

Aumento dos impostos ou diminuição dos salários da função pública?

 

A forma como evitamos esta discussão em Portugal é absolutamente assustadora, porque a resposta à pergunta em causa é essencial para traçar um caminho que solucione o problema do défice com que somos confrontados no imediato. Curiosamente, todos, à excepção do governo, parecem ser contra o aumento dos impostos, mas poucos têm a coragem de colocar a diminuição dos salários dos funcionários públicos como o reverso da medalha.

Os Comediantes

Num país de comediantes, e após tantos anos como leitor atento da blogosfera, achei chegada a altura de também eu ter um espaço para comentar a comédia que se desenrola à nossa volta.

O título do blogue é retirado do livro homónimo de Graham Greene e nesta casa não se deixará de dedicar especial atenção à literatura, uma vez que este Mr. Brown que vos escreve gosta de passar boa parte das horas livre a ler. O cinema e a música também não serão esquecidos.

Mr. Brown é um alter-ego blogosférico e embora saiba que a aninomidade não é bem encarada por largos sectores da blogosfera, não deixa de ser um direito que me assiste permanecer anónimo. Só ao Sapo, no acto de criação da minha conta, achei por bem divulgar nome próprio e apelido. De qualquer forma, quem não gosta, tem solução: não precisa aparecer por cá. De resto, as ideias são certas ou erradas por si, não necessitam de um rosto que as represente.

 

O meu obrigado a todos os que me visitarem e boas leituras.

Pág. 3/3

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-