Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-

O monstro

Redução dos gastos em pensões e função pública. Enfim, o monstro que tem de ser derrotado. Custe o que custar. Isto se queremos crescer e não definhar, está claro. O resto é treta. E treta é o que ocupa 90% do espaço opinativo da comunicação social nos dias que correm. O país tem de encontrar soluções que lhe permitam baixar as taxas dos impostos e cortar na despesa. Dito isto, já se fala de novo em inconstitucionalidade. Como os percebo. E ainda mais percebo a irritação manifestada imediatamente por alguns quando descobriram que a Contribuição Extraordinária de Solidariedade foi declarada constitucional. Perceberam logo as portas que tal decisão abria. Se bem que estes juízes do TC são de uma originalidade extrema e por isso mesmo não são de fiar. Acrescente-se que apesar de tudo o que será dito a propósito das medidas anunciadas e cuja aplicação ainda está em aberto, de tímidas que são face à situação de urgência em que nos encontramos, passavam perfeitamente pelas medidas que, imagino eu, um Governo PS apresentaria ao país na lógica da austeridade não por gosto, mas por necessidade.

Rigidez na defesa do cumprimento da lei

Graças a uma reportagem que acabo de ver na SIC, fiquei a saber que a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) visita empresas e faz cumprir a lei. Se és empresário e tens extintores fora do prazo de validade, toma lá multinha e não te queixes (se bem percebi, a multinha em causa por cada extintor equivaleu a 3 salários mensais de um trabalhador com remuneração baixa, mas podia ir aos 12). Contudo, o empresário multado decidiu fazer uma visita à ACT no Porto e qual não é o seu espanto quando descobre que os extintores presentes nos escritórios desta estão fora do prazo de validade. Devia ser permitido ao empresário passar uma multa à ACT que revertesse a favor do próprio. Estas autoridades moralmente desautorizadas são do pior que há no país. E com as suas multinhas ridículas por tudo e por nada, ainda que no estrito cumprimento da lei, só prejudicam o crescimento económico e a criação de emprego. E o que se perde com isto não é só medido pelas multas que passam: não faltam empresas em Portugal que podiam estar a contratar mais pessoal, ou a pagar melhor aos actuais funcionários, e abdicam de o fazer porque preferem gastar dinheiro a garantir que cumprem todas as merdinhas que estão obrigadas a cumprir por lei. Noutro contexto, até podia compreender o alcance da legislação em vigor. No actual contexto, não compreendo.

Da supremacia

De cada vez que apresentam a Pelé o novo melhor jogador de futebol de todos os tempos, o brasileiro responde com a simples recordação dos três títulos de campeão do mundo que tem no currículo. Nos últimos cinco anos, aquela que muitos consideram a melhor equipa de todos os tempos, ganhou duas Ligas dos Campeões. É bom, mas está longe de justificar o título de melhor equipa de todos os tempos (para efeito de comparação com um registo recente, recorde-se que o Real Madrid, no período 1997-2002, nos mesmos cinco anos ganhou três Ligas dos Campeões). Já o Bayern de Munique, equipa cujo valor é frequentemente desprezado, vai para a terceira final nos últimos quatro anos. Não é perfeito, mas é um registo muito bom. Dito isto, mantenho que o meio campo do Barcelona terá sido o melhor que o mundo alguma vez conheceu - até porque aos títulos do clube, temos de somar os títulos na selecção -, já o estatuto de melhor equipa de todos os tempos, terá de ser considerado um manifesto exagero (ao futebol de posse, faltou sempre alguma eficácia). Por outro lado, o Bayern sabe que esta nem será a melhor equipa que teve, basta recordar esse Bayern da década de 70 que ganhou três Ligas dos Campeões seguidas e que serviu parte dos jogadores que possibilitaram à Alemanha ganhar o Europeu de 1972 e o Mundial de 1974. Garantido é que com os 7-0 em resultado agregado que o Bayern acaba de aplicar ao Barcelona, a que se soma a eliminação do campeão espanhol Real Madrid na época passada, o clube bávaro deixa claro que a supremacia do futebol espanhol, se é que existiu, não existe mais.

Confrontação

Para mim, o caminho para o país não é o do consenso, é o da confrontação: até para a merda vir toda à superíficie. E sem prejuízo de não me agradar a forma algo politiqueira como o actual Governo tem gerido o dossier swaps - nomeadamente no que toca a timings para comunicações -, agrada-me ver a dupla Gaspar - Maria Luís, esta última uma gaja com telhados de vidro, ou pelo menos assim nos tentam vender - faz parte, quem vai à guerra dá e leva -, ao ataque. Sobretudo se entre os visados do ataque estiver o dr. Costa Pina, outro inimputável.

Pág. 9/9

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-