Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
-

Blame Canada

O governo francês precisa de fazer reformas impopulares e, até porque a taxa de aprovação do ex-crescimentista anda pelas ruas da amargura, obviamente tem-nas tentado adiar ou recusa-se mesmo a levá-las adiante. A França «não se mexe, está imóvel, paralítica. Não responde a nenhuma das aspirações populares, no terreno industrial, económico, orçamental». Perante isto, há que arranjar um bode expiatório, um inimigo externo. Como não têm a troika, deram para fazer tiro ao Barroso. Mas o mais curioso é a linha argumentativa utilizada: por um lado, acusam a União Europeia de estar tal e qual como a França, ou seja, «não se mexe, está imóvel, paralítica. Não responde a nenhuma das aspirações populares, no terreno industrial, económico, orçamental», por outro lado, agora na figura do ministro para a Recuperação Produtiva, o que quer que isso seja, dizem que «a União Europeia exerce atualmente uma pressão considerável sobre os governos democraticamente eleitos», reflectindo a máxima expressa anteriormente pelo próprio primeiro-ministro francês de que a Barroso e à sua Comissão cabe «pôr em andamento, de aplicar, o que ficou decidido por unanimidade no Conselho europeu, mais nada». Ora, quer-me parecer então que se a UE «não se mexe, está imóvel, paralítica» e blá, blá, blá, a culpa é das decisões tomadas por unanimidade no Conselho europeu, ou seja, das decisões tomadas por unanimidade pelos «governos democraticamente eleitos», incluindo o governo do senhor Jean-Marc Ayrault, governo que está na mais completa dependência da nulidade Hollande. Acrescenta-se ainda que este discurso agressivo promovido por Hollande, que procura em Barroso um bode expiatório para o seu próprio fracasso - não sei se o senhor estava convencido que bastavam umas proclamações parolas e domava a senhora Merkel e o poderio alemão -, é, como não podia deixar de ser, profundamente nacionalista e anti-europeu.

1 comentário

Comentar post

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
-