Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-

A solução é o crescimento

A Irlanda voltará a ser "tigre" do crescimento na Europa: 4,7% é a nova projecção para a evolução do PIB neste ano; 3,6% é a previsão para 2015. Mas estes são aqueles que têm uma taxa sobre os lucros das empresas de 12,5% (deve explicar em parte esse crescimento, não?). Entretanto, embora isto seja mais simbólico do que outra coisa, os irlandeses anunciam ao mundo que dos 2,9% de défice com que estavam comprometidos para o próximo ano, contam afinal ficar pelos 2,7%. O mesmo que o nosso querido PM acaba de anunciar para Portugal, só que no nosso caso tal valor trata-se de uma subida em relação à meta (2,5%) com que estávamos comprometidos.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Mr. Brown 15.10.2014

    Pode meter na equação o que quiser. Depois diga-me a que resultado é que chegou para explicar o fenómeno «tigre celta» e o atraso de vida que é e tem sido Portugal.
  • Sem imagem de perfil

    Carlos 17.10.2014

    Só fiz esta "provocaçãozita" porque este é um blogue com uma linha editorial um pouco à direita em termos económicos. Se fosse pela esquerda, teria que juntar à equação o baixo IRC como contribuinte para os resultados, uma vez que possivelmente só se lembraria de nomear o salário mínimo. Adiante, o que eu quis dizer é que um crescimento na ordem de grandeza apresentada não se consegue com um ou dois factores isolados. Assim penso que o tigre é alimentado da seguinte forma:
    - IRC baixo para atrair e manter investimento;
    - Salários generosos para manter o consumo para além da subsistência;
    - Uma boa performance demográfica
    - Ter a ajudinha da língua principal ser o inglês, o que leva a que as empresas de tecnologia dos USA se instalem sem custos de adaptação dos documentos internos e a possibilidade de prestação de serviços à distância aos USA, UK e Austrália com um grande à vontade
    - Estar no euro, o que faz que quem quer investir na UE e esteja indeciso entre Irlanda e UK opte pela primeira, uma vez que os custos financeiros de seguros de câmbio são eliminados,
    - E em virtude de entrarem muitas empresas estrangeiras no país, são criadas empresas satélites irlandeses que fornecem as multinacionais aproveitando-se do ambiente competitivo, inovador e organizacional que as empresas desta dimensão sempre têm (como acontece por cá com os fornecedores da Auto-europa)
    - E o principal: saberem que são donos do próprio nariz e que pode vir a Merckl e não sei quem mais a ordenarem que desçam os salários e que subam os impostos, que eles se pensarem que o correcto é manter essas duas variáveis da equação intactas para atingirem o crescimento, não se importam, como não se importaram, de pagar mais juros pelo empréstimo da troika.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mr. Brown

    foto do autor

    Comentários recentes

    • twitter

      Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

    • Mr. Brown

      Não é amuo. É mudança de vida. :)

    • Izhar Perlman

      Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

    • E esse amuo?

      E esse amuo? Continua?

    • Twitter

      E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    subscrever feeds

    -