Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
-

«The world will be perfect»

No Público, comeram os cogumelos mágicos e continuam a fazer campanha, em permanente e profundo delírio, pelo candidato Costa: Imagina-se, desde já, o rol de críticas ao regresso do investimento público (ferrovia e transporte marítimo, um programa de requalificação urbana, o Simplex em várias coordenadas, conclusão do plano nacional de barragens…), à reposição do Complemento Solidário para Idosos, à eliminação da sobretaxa do IRS, enfim, a um Programa de Recuperação da Economia e do Emprego, “primeira prioridade” de um Governo liderado pelo PS, todo ele orientado a partir do Estado. Desta vez, tudo fica mais claro, as escolhas são mais fáceis. E repor os salários dos funcionários públicos; e gastar mais aqui e acolá; e o dinheiro? De onde virá o dinheiro? Magia. Mas, finalmente, temos o nosso Obama: «Let’s just get everybody together. Let’s get unified, the skies will open, the light will come down, celestial choirs will be singing and everyone will know we should do the right thing and the world will be perfect».

Obama governa contra a Constituição

Ataque e pressão inaceitável; desrespeito pela separação de poderes; querem acabar com o Estado de Direito: Decisão do Supremo dos EUA "coloca saúde das mulheres em risco". E, mais uma vez, a relevância da ideologia dos juízes que remete para a importância do processo que leva à sua escolha: A decisão do Supremo Tribunal foi renhida, com os quatro juízes conservadores a votar no sentido das empresas e os quatro liberais a alinhar com o Governo. O quinto voto, decisivo, foi no sentido da liberdade de consciência das empresas, dando a vitória à Hobby Lobby e Conestoga Wood.

On Bashar al-Assad

Now let me be clear: I suffer no illusions about Bashar al-Assad. He is a brutal man. A ruthless man. A man who butchers his own people to secure his own power.... The world, and the syrian people, would be better off without him.

But I also know that Assad poses no imminent and direct threat to the United States, or to his neighbors...and that in concert with the international community he can be contained until, in the way of all petty dictators, he falls away into the dustbin of history.

I know that even a successful war against Syria will require a U.S. occupation of undetermined length, at undetermined cost, with undetermined consequences.

I know that an invasion of Syria without a clear rationale and without strong international support will only fan the flames of the Middle East, and encourage the worst, rather than best, impulses of the Arab world, and strengthen the recruitment arm of al-Qaeda.

I am not opposed to all wars. I'm opposed to dumb wars. So for those of us who seek a more just and secure world for our children, let us send a clear message to the president.

Pinochet

Parece-me que os americanos chegaram à conclusão com a democracia no Egipto, como já tinha sido indiciado com a democracia na Palestina, que a melhor forma de consolidar uma democracia liberal neste tipo de países é primeiro arranjar forma de pôr um Augusto Pinochet no poder. E as mais insuspeitas pessoas, algumas até ligadas à esquerda, parecem estar tentadas a concordar com a ideia, ainda que ache que muitas não o percebam.

Lições de fora

The government can pass a law saying that everyone has a constitutional right to a free trip to the moon, but if it doesn’t build the spacecraft that can get you there the right is void. E tomem mais esta: Any hope of a federal bailout to avert bankruptcy fizzled last week after Mr. Orr spoke with the White House, including Obama confidante Valerie Jarrett, according to city and White House officials. Resumindo: Obama não deu dinheiro a fundo perdido do contribuinte americano a Detroit. Merkel tem de dar do contribuinte alemão a Portugal. Era bom, era.

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
-