Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Os Comediantes

We mustn’t complain too much of being comedians—it’s an honourable profession. If only we could be good ones the world might gain at least a sense of style. We have failed—that’s all. We are bad comedians, we aren’t bad men.

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-

BCP vs BES

Há quem queira comparar à força o caso do "assalto" político ao BCP com o que se passa agora no BES. Por onde começar para explicar o porquê da comparação não fazer sentido? No caso do BCP, ficando pelo básico, usaram o banco público - a CGD - como braço financiador do "assalto" e conseguiram colocar como vice do banco o extraordinário Armando Vara, pessoa que antes de ter iniciado funções, na CGD por nomeação do poder governamental socialista, não tinha currículo que o recomendasse para a função. Enfim, nem Bento é Vara - basta comparar o currículo e o perfil de cada um -, nem a CGD está metida na história do BES. É verdade que a entrada de Mota Pinto nesta história deixa algo a desejar, mas esse foi escolha da família Espírito Santo, não imposição de fora, e vai para um cargo não executivo. Perante isto, alguns argumentam que o PSD não precisou da CGD porque terá sido Carlos Costa, actual governador do Banco de Portugal e escolha do socialista Teixeira dos Santos, a trabalhar pelo PSD. Costa será, portanto, assim como Vítor Bento - economista cujos cargos de relevo por onde passou em nada estão ligados a jogos partidários e que não é, nem nunca foi, militante do PSD -, outro agente do PSD, ou assim querem fazer crer. Nem quero imaginar o que diriam se Costa tivesse sido secretário de Estado, ministro e até candidato a primeiro-ministro pelo PSD numas eleições legislativas... ah, espera, isso tudo foi Constâncio pelo PS (uma pessoa que foi isso tudo tem condições de ser nomeada para um cargo que se quer independente do poder político? Se teve no passado, espero que daqui para a frente nunca mais venha a ter). Mas, tirando esta teoria da conspiração sobre Carlos Costa, o que sobra de parecido com o caso BCP? Uma intervenção do Estado num banco privado? Sim, mas pela via através da qual isso deve acontecer: o regulador independente. Regulador que noutros tempos foi acusado de inacção, perante resultados desastrosos em alguns bancos que são por demais conhecidos. Contudo, há efectivamente uma coisa que liga pessoas como Costa, Bento e Gaspar: não é a clubite pelo PSD, é o pensamento económico sobre o país que é em muito semelhante (e que pelo teor do mesmo tem irritado, naturalmente, a malta socialista). Para terminar, veja-se aqui o socialista e socrático Augusto Santos Silva a defender a CGD como braço regulador do Estado no mercado. Para quê a CGD se existe o BdP (que em breve verá os seus poderes de supervisão serem transferidos para instituição europeia no âmbito da união bancária)? Será porque a CGD é mais permissiva ao poder governamental? Será porque a CGD não goza do mesmo estatuto de independência do BdP? É olhar para o caso BCP e está dada a resposta.

Mr. Brown

foto do autor

Comentários recentes

  • twitter

    Até fui lá espreitar ao twitter.Não passam de umas...

  • Mr. Brown

    Não é amuo. É mudança de vida. :)

  • Izhar Perlman

    Por favor, ajude-me a trazer esta petição para a a...

  • E esse amuo?

    E esse amuo? Continua?

  • Twitter

    E esse Twitter?A passarinhar?Você ficou mesmo amua...

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds

-